domingo, 26 de março de 2017

NEM TODOS CAMINHOS

POESIA:

NEM TODOS CAMINHOS

POESIA NEM TODOS CAMINHOS

Nem todos os caminhos são retos,
Nem todos os homens sensatos.
Mas contudo vou seguindo,
Pulando os obstáculos.

Nem tudo é claridade,
Nem todos reféns.
Eu não sou criança,
Mas não sou adulto também.

Nem todo o tempo é tempo,
Nem sempre há algo a fazer.
Porém eu tento,
E as vezes deixo o ego doer.

Nem sempre eu escrevo,
Nem sempre arrebato.
Nem todo trabalho é talento,
Mas todo talento dá trabalho.

Autora: Priscila Afonso


COMENTA QUE É DE GRAÇA!