quinta-feira, 22 de junho de 2017

POESIA - CARA METADE

POESIA CARA METADE

A tempos quis ser importante.
Quis ser cantora, ser poeta.
Mas tudo me decepcionou,
Sentia-me incompleta.

Um vazio habitava meu peito,
A tabua da escuridão.
Mas do amor quem é que foge?
Quem vence a trama do coração?

Você chegou como vento,
Pétalas trazida pela tempestade.
Porém era tudo o que precisava.
Era você minha cara metade.

Autora: Priscila Afonso

COMENTE A POESIA CARA METADE