sábado, 20 de maio de 2017

POESIA FIO DE ESPERANÇA

POESIA FIO DE ESPERANÇA

Roubaram dos meus seios 
Todo o amor do coração. 
Da boca todas as palavras,
Deixando só uma triste canção.

Eu te nino meu amor. 
Te embalo no meu olhar. 
Minhas lágrimas matam sua sede;
Meu futuro te faz sonhar. 

Na distância temos o toque. 
De perto não teríamos nada. 
Sua partida foi a vingança,
E o fio de esperança que me restará. 

AUTORA: Priscila Afonso