sábado, 20 de maio de 2017

POESIA NÃO DIGO ADEUS

POESIA NÃO DIGO ADEUS


Hoje não digo Adeus.
Mesmo que tenha que doer. 
Quem disse que viver seria fácil. 
E para AMAR não teria de sofrer. 

Amanhã também não digo Adeus. 
Pois com o dia nasce a esperança. 
Ontem quebramos tudo;
Amanhã limpamos a lama. 

E na semana que vem; será que digo?
São novos dias, muitos obstáculos. 
Mas se sobrevivemos a tanto tempo;
Não morreremos de poucos fardos.

AUTORA: Priscila Afonso