segunda-feira, 29 de agosto de 2016

MEUS DIAS



Meus dias são guerras,
Lutas cansativas.
Marés agitadas,
De um surfista que desafia o clima.

Grãos de areia dormindo em ilhas,
Lutadores de batalhas perdidas.
Alienígenas deste mundo,
Vigiados por cientistas.

Algo além da normalidade,
Fora de toda gravidade.
Dias ninados pelo escuro,
Já queimado pela luz de um novo mundo.

Como cacos montados igual quebra cabeça,
Frases prontas correndo riscos por está na beira.
Sapos escandalosos em bate papo,
Resumido:_Uma briga para evitar o inevitável.

Autora:Adriana Andrade