sexta-feira, 1 de julho de 2016

O CEIFAR DA CANÇÃO



A beira de um precipício
O pássaro se ponhe a cantar
Sem perceber que ao terminar a canção
Seu tormento irá aflorar

Assim sopra o vento
Que tece teias no seu ser
Permitindo crer que estar feliz
Mas morrendo pelo prazer

O fim que agora te envolve
Como tênue despertar
Revela-te oh, alma tão pobre
A canção que te veio ceifar

Autora:Priscila Afonso.