sábado, 23 de julho de 2016

CICLO!


Uma branca parede
O vermelho escorre
O povo já com sede
A oposição já morre!
Ensaio armado, pelo teu poder
Tudo se faz, tudo se arquitecta
Tudo se justifica, e eles? A ver,
Esperando, estanque morte certa!
Velha, egotista olhando o umbigo
Europa, fogem as ilhas ocidente,
A oriente discordas correm contigo
E nós? Seguimos a vida indiferente!
Negras nuvens cobrem brancas paredes
A história é um ciclo, um dia repete-se!
Alberto Cuddel®

(ESTÁ É UMA CONTRIBUIÇÃO DE ALBERTO E M. IRENE CUDDEL.  Ciclo! escritanoface.blogspot.com )