terça-feira, 4 de abril de 2017

SEM PORQUÊ!

POESIA SEM PORQUÊ!

POESIA SEM PORQUÊ

Posso ter pensado diferente, 
Não me fará agir ao contrário. 
Dentro do mundo real,
Existe outro mundo:
O imaginário. 

Por vezes não viver a vida, 
Desocupada formulei visões. 
puras ou imbecis, 
Todas fracassaram 
Ao coração. 

Nunca vi a vida
Completa só ao imaginário.
Nada trouxe a realização 
Nem plena estabilidade, 
Do que conquistas na realidade 

Sempre voltei ao começo, 
A ao normal a se viver. 
Enquanto não consigo evitar, 
Nem deixar-me viver, 
Pré-visualizo, sem porquê!

AUTORA: ADRIANA ANDRADE

VISITE A AUTORA: ADRIANA ANDRADE