quarta-feira, 13 de julho de 2016

APELO


Desejo que o teu olhar
Guia-me continuamente
Que suas mãos toquem as minhas
E que nosso fervor não se apague

Que nosso sorriso
Se perpetue
Que nossa valsa
 Não se cale

Deite nos meus braços
E se deleite nos meus destinos
Faz-me amigos
De meus inimigos

Tenha dó de mim
Se compadeça
Faz com que o nosso amor 
Nunca se esqueça


Autora : Priscila Afonso